Descoberto o local exato do túmulo de São Nicolau, o verdadeiro Papai Noel

por -
Créditos: Agencia Anadolu/ Wikimedia

Um grupo de arqueólogos do sul da Turquia descobriu o que dizem ser o túmulo de São Nicolau, o bispo que inspirou o personagem Papai Noel.

O local onde o santo foi enterrado está localizado na cidade de Damre, no sul da província turca de Antália.

Embora os pesquisadores tivessem a informação de que São Nicolau havia sido enterrado naquela cidade -antiga Myra-, já que seu corpo havia sido roubado 700 anos após sua morte, o local onde seus restos repousavam era um mistério.

[Leia também: O dia em que um herege apanhou do “Bom Velhinho”]

Descoberto o local exato do túmulo de São Nicolau, o verdadeiro Papai Noel

O Bispo de Myra faleceu em meados do século IV d.C. A igreja em que ele havia servido foi enterrada e, em 520 d.C., outro templo foi construído no topo do antigo.

Em 1087 d.C., homens de Bari, na Itália, desenterraram o sepulcro e removeram a maioria dos restos mortais de São Nicolau, deixando apenas alguns ossos e um sarcófago quebrado em Myra.

No final do século XX, um grupo de arqueólogos iniciou escavações e descobriu as fundações da igreja mais antiga, coberta por muitos metros de areia e lodo.

Osman Eravşar, presidente do Conselho Regional de Preservação do Patrimônio Cultural de Antalya, anunciou a descoberta da localização do túmulo de São Nicolau.

Eravşar apontou que eles haviam alcançado “o chão em que os pés de São Nicolau pisaram”, e também especificou o local onde ele afirma que seu túmulo foi encontrado:

“Seu sarcófago deve ter sido colocado em um lugar especial, e é a parte das três absides cobertas por uma cúpula. Lá descobrimos o quadro que representa a cena em que Jesus segura uma Bíblia na mão esquerda e faz o sinal da bênção com a mão direita”.

Um ladrilho de mármore com as palavras gregas para “como graça” poderia marcar sua sepultura exata.

“Acho que muitas pessoas, desde crianças ansiosas na véspera de Natal a repórteres científicos cansados ​​do mundo e arqueólogos de cabelos grisalhos, em algum momento de suas vidas esperavam ter um vislumbre do verdadeiro São Nicolau”, concluiu Eravşar.

São Nicolau, rogai por nós!

[Leia também: Thor, São Bonifácio e a origem da árvore de Natal]
[Leia também: Noite Feliz: Como um padre criou a canção de Natal mais amada de todos os tempos]