“É um milagre”: Mãe afirma que seu filho foi curado após encontro com o Papa Francisco

Créditos: Vatican Media.

Este foi um dos momentos mais bonitos de 2021, quando na Audiência Geral do Papa Francisco, um menino se aproximou dele e permaneceu sentado ao seu lado.

Seu nome é Paolo Bonavita, um menino de 10 anos que sofre de epilepsia e autismo. Em outubro de 2021, ele estava em Roma para exames médicos. Sua saúde havia piorado tanto que os médicos temiam que ele pudesse ter um tumor no cérebro.

Porém, algo inexplicável aconteceu. Depois de conhecer o Santo Padre, a saúde de Paolo de repente começou a melhorar.

“É um milagre”, disse sua mãe, Elsa Morra, à Catholic News Agency. “É um milagre, para nós, para a minha família”.

“É um milagre”: Mãe afirma que seu filho foi curado após encontro com o Papa Francisco

No dia do encontro, Paolo tinha que participar de algumas consultas médicas em Roma. Naquela manhã, após o café da manhã, ele e sua mãe saíram do hotel perto da Praça de São Pedro e viram uma longa fila para a Audiência Geral. Neste momento, o menino ficou triste porque queria ver o Papa, mas foi informado de que era impossível sem ter agendamento.

No entanto, uma senhora que estava lá viu a situação e perguntou a Elsa por que Paolo estava chateado. A mãe lhe contou o que estava acontecendo, e logo descobriu que a mulher em questão era uma líder do grupo Unitalsi, uma associação italiana que ajuda doentes, idosos e deficientes a fazer peregrinações. Ela imediatamente lhes disse que os ajudaria a entrar na Audiência Geral.

Melhora em plena Audiência Geral?

Já lá dentro, em um momento de distração da mãe, Paolo tomou a iniciativa de se aproximar do Papa Francisco. Foi ali que sua mãe percebeu algo incrível.

“O Paolo não tem forças para subir. Na verdade, quando Paolo desce a escada precisa de um apoio, de uma mão ou de um corrimão. Mas naquele dia ele conseguiu subir sozinho”, disse Elsa à CNA.

“Ele tropeçou um pouco, duas ou três vezes, mas imediatamente teve o instinto de se levantar. O Senhor estava com ele naquele dia, muito perto, tinha dado a mão dele, tenho certeza“, disse sua mãe.

Mais tarde naquele dia, o Papa Francisco cumprimentou Elsa. Ele pegou a mão dela e disse: “Senhora, força! O impossível não existe para você. Estarei perto de você em oração. Continue. Você fez muito por seu filho. Você é uma super mãe”.

A mudança de saúde de Paolo

Na mesma noite da Audiência Geral, os médicos ligaram para Elsa e lhe disseram que queriam fazer exames em Paolo no dia seguinte. Ele teve que retornar à sua cidade natal de Bari, pois eles estavam preocupados que Paolo tivesse níveis muito altos de prolactina, uma proteína secretada pela glândula pituitária, que pode aumentar após convulsões.

A mãe e o filho compareceram à consulta no dia 21 de outubro. Três dias depois, um médico ligou para lhe dizer que o nível de prolactina de Paolo havia caído de 157 para 106, embora os médicos não soubessem como ou por quê.

Elsa comentou que no dia 5 de novembro, algumas semanas depois, voltaram para fazer outros estudos sobre Paolo. “Em duas semanas [o nível de prolactina de Paolo] caiu para 26, o que é mais 80 pontos a menos”, explicou a mulher.

Também registrou-se um aumento no nível de hemoglobina, a proteína que transporta oxigênio por todo o corpo, o que é essencial para Paolo, que sofre de um distúrbio sanguíneo chamado talassemia.

Falando à CBS News em novembro passado, Elsa foi questionada sobre o que ela gostaria de dizer ao Papa Francisco após a reunião que mudou a vida de seu filho.

“Obrigada pelo milagre”, disse ela.

O que você achou da história?

[Leia também: Menino que abraçou o Papa Francisco na JMJ do Rio entra para a vida religiosa]
[Leia também: O Papa Francisco realizou um exorcismo no Vaticano? Entenda o que aconteceu]