“Jesus apareceu diante de mim”: Ex-satanista revela experiência sobrenatural que mudou sua vida

por -
Créditos: Facebook / Wikipedia.

O fundador de uma seita satânica na África do Sul contou em um vídeo a extraordinária experiência de conversão que o aproximou de Cristo.

Riaan Swiegelaar, cofundador do grupo satânico South African Satanic Church, comentou, em um post nas suas redes sociais, que estava abandonando o satanismo.

[Leia também: O incrível relato (e o alerta!) de 3 ex-satanistas que retornaram à Igreja Católica]

“Jesus apareceu diante de mim”: Ex-satanista revela experiência sobrenatural que mudou sua vida

Em um vídeo postado em sua conta do Facebook em 4 de julho, Riaan compartilhou “com o coração aberto” as razões pelas quais abandonou o satanismo e se entregou a Jesus.

Há quatro anos, Riaan participou da fundação de uma seita satânica “porque naquela época tinha uma ressonância comigo, eu estava muito ferido e triste sem saber o porquê”.

“Eu acho que a razão pela qual muitas pessoas se conectam com o satanismo é que elas vêm de um passado muito perturbado” ou “perturbado e ferido”, disse ele.

Riaan descreveu que seu processo de conversão esteve envolvido pela experiência do amor de Jesus através de outras pessoas.

No mês de maio, ao dar uma entrevista de rádio, ele teve um encontro com uma mulher que o comoveu.

“Eu disse a ela: ‘Não acredito em Jesus e não acredito que Jesus Cristo existe’, porque não acreditava. Ela veio até mim depois da entrevista, depois que eu disse isso e me abraçou de uma maneira em que nunca havia sido amado”, disse ele.

“Ela só fez isso. Ela apenas disse que era um prazer me conhecer pessoalmente. Uma semana depois, no WhatsApp, pelo status dela, vi que essa mulher era cristã”, acrescentou.

“Eu nunca tinha visto uma cristã mostrar tanto amor e aceitação incondicionais, apesar das coisas que eu disse, ela fez isso e isso ficou gravado em mim”.

Dias depois, Riaan estava participando de um ritual satânico e, segundo ele, “Jesus apareceu diante de mim, que era extremamente arrogante, e eu lhe disse: ‘Se você é Jesus, tem que provar'”.

Logo “me inundou com o mais lindo amor e energia e eu o reconheci imediatamente porque aquela mulher na estação de rádio me mostrou. Foi assim que reconheci o amor de Cristo”.

Durante um mês após esta experiência, Riaan diz que teve “conversas reais com Deus” e foi capaz de descobrir que “o Reino de Deus não é uma comunidade fechada, é aberto a todos”.

Rezemos por ele!

[Leia também: “Eu convenci um satanista a ir à Missa e agora ele está virando católico” – uma poderosa história de conversão]
[Leia também: “A Eucaristia me deu a vida”: a conversão ao catolicismo da filha de Joseph Stalin]