O dia em que o demônio revelou algo surpreendente sobre Jesus

por -
Créditos: Wikipedia

Se tem uma coisa que o demônio tem de sobra é a soberba. Mas há outra coisa que um sacerdote descobriu durante um exorcismo. Um espírito impuro o corrigiu e, sem querer, o fez descobrir algo maravilhoso sobre Jesus.

O Monsenhor Stephen Joseph Rosetti, sacerdote e psicólogo, escreveu recentemente uma breve narração para o site Catholic Exorcism, e contou de uma ocasião em que o demônio o corrigiu.

“Estávamos em um caso difícil e sabíamos que seria uma batalha grande e feia. Em um momento, exigi saber: ‘Quantos demônios são?’ A sarcástica resposta demoníaca foi: ‘Demais para você!‘”, disse o Pe. Rosetti.

“A medida em que a corte demoníaca se debilitou, consegui obrigá-los a revelar os nomes de todos os líderes e o número total de demônios presentes: 856. Eram muitos.”

“Logo exigi saber os nomes dos líderes e pareceu um ‘quem é quem’ no inferno. Isso não ia ser fácil”, comenou o sacerdote no processo para libertar a pessoa possessa.

“A medida que passavam os meses, um por um, os líderes e seus sequazes foram expulsos em nome de Jesus. Em um momento, chegamos a Baal. Ele se viu obrigado a revelar que ainda restavam 679 demônios. Nós, sacerdotes-exorcistas, voltamos a rezar o Rito e, como sempre, os demônios uiavavam de agonia“.

A revelação inesperada sobre os anjos caídos

“Ordenei a Baal que fosse embora e pronunciei seu nome, Ba-al, com duas sílabas. Para a minha surpresa, ele me corrigiu com firmeza: ‘é Baal’, e o pronunciou com uma sílaba. Mais adiante na sessão, novamente me corrigiu e disse que seu nome se pronunciava Baal (como o som de uma ovelha com um L no final)”, falou o padre.

E continuou: “Isto foi estranho. Aqui estamos no meio de uma batalha campal, ele está gritando a pleno pulmão e prestes a ser devolvido ao inferno. E no entanto, está concentrado na forma de pronunciar o seu nome. Isso era um narcisismo incrível!“.

E Cristo é exatamente o contrário

Os demônios são narcisistas completos e Satanás é o maior narcisista de todos. No inferno, ninguém pensa no bem do outro. É puro foco em si mesmo e, como Baal, o pensamento estranho e irracional de um intelecto sucumbido ao mal. Satanás sacrificaria cada demônio debaixo dele no inferno só para satisfazer seu próprio prazer“.

Isto faz com que o sacrifício infinitamente generoso de Deus em Jesus seja ainda mais surpreendente. Satanás nos amarraria para o seu benefício próprio. O coração de Jesus foi traspassado na cruz pela nossa salvação. Isto é algo para se pensar“.

Jesus manso e humilde de coração, fazei o nosso coração semelhante ao Vosso!

[Leia também: Você teme o demônio? Os segredos de São João Bosco para vencer o combate espiritual]
[Leia também: As impressionantes palavras que o demônio disse a Dom Henrique durante um exorcismo]

Comentários

comentários