Papa se diz triste com situação da Nicarágua e pede “diálogo aberto e sincero”

Créditos: Catholic News Agency

Temos acompanhado recentemente a difícil situação em que se encontra a Igreja Católica na Nicarágua. Preocupado, o Papa Francisco pediu diálogo, durante sua tradicional homilia do Angelus.

[Leia também: Polícia da Nicarágua entra na Cúria e prende o bispo Rolando Álvarez]

Papa se diz triste com situação da Nicarágua e pede “diálogo aberto e sincero”

“Acompanho de perto com preocupação e tristeza a situação que se criou na Nicarágua, que envolve pessoas e instituições”, começa o Santo Padre.

“Gostaria de expressar minha convicção e minha esperança de que, por meio de um diálogo aberto e sincero, se possam encontrar as bases para uma convivência respeitosa e pacífica. Peçamos ao Senhor, por intercessão da Puríssima, para que inspire esta vontade concreta no coração de todos.”

Na última sexta-feira (19) a polícia nicaraguense entrou no bispado de Matagalpa e prendeu o bispo, Monsenhor Rolando Álvarez, e oito de seus companheiros. De acordo com relatos da mídia local, às três da manhã, a tropa de choque arrombou os portões da Cúria para prender o bispo e outros membros.

Dias antes, a polícia havia ido à Paróquia Santa Lucía, também da Diocese de Matagalpa, para prender o sacerdote. Como não estava na paróquia, a polícia ficou do lado de fora para esperá-lo. Com o local cercado, um outro padre celebrou a Missa do pátio, com dezenas de fiéis do lado de fora.

Rezemos pela Nicarágua!

[Leia também: Nicarágua: veja as imagens mais impactantes da missa celebrada com cerco policial]
[Leia também: Perseguição religiosa na Nicarágua: Bispo enfrenta polícia com o Santíssimo Sacramento]
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.