Rede social censura expressão “Glória a Deus” alegando discurso de ódio

por -
Créditos: Dawid Sokołowski/Facebook; Reprodução

Você já aceitou o fato de que vivemos um tempo de perseguição escancarada contra os cristãos?

Nesta semana, ocorreu mais um caso de censura à fé na internet. A usuária do Facebook Isa Deschamps relatou que ao tentar publicar a expressão “Glória a Deus! Aleluia!”, a rede social prontamente lhe enviou um alerta. A mensagem dizia: “É possível que este comentário não siga nossos Padrões da Comunidade”.

E explica: “Seu comentário está no Facebook, mas é similar a outros comentários removidos por não seguirem os nossos padrões sobre discurso de ódio“.

Em seguida, aparece a opção de excluir o comentário ou ignorar a mensagem. Surpresa com o ocorrido, a mulher postou em sua página um print de tela do alerta e escreveu: “Novas do Foicebook: Não podemos comentar: “Glória a Deus! Aleluia!” 🙄🙄🙄 Tentem escrever esta expressão aqui nos comentários para ver se acontece com vcs também…”

Aqui está a foto que ela postou:

Foi então que muitos outros usuários tentaram comentar o mesmo, para ver se o “problema” persistia. E, de fato, muitos relataram também terem recebido a mensagem.

Bruna Carla Bezerra compartilhou um print após escrever a expressão:

O mesmo aconteceu com Ayelén Bel:

E com Adriane Zini Salton:

Dezenas de outras pessoas também afirmaram ter recebido o alerta e expressaram indignação diante do fato.

“Isa….cabe processo contra o face….Brasil é laico, e se o face quiser continuar no Brasil precisa submeter -se à nossa Constituição”, respondeu uma internauta.

A censura da rede social contra o Cristianismo e páginas católicas não é de hoje. Em 2017, o ChurchPOP noticiou que Facebook baniu dezenas de páginas católicas pelo mundo.

Em abril de 2021, também postamos sobre a censura de uma foto de padres de batina pela mesma rede social pois “pode incomodar algumas pessoas”.

Infelizmente isto não é exclusividade do Facebook, o Instagram, pertencente ao mesmo grupo, também vem gerando controvérsias por sua censura “seletiva” nas mídias. Grandes personalidades e páginas católicas estão tendo o alcance reduzido e postagens removidas por “não seguirem as diretrizes da comunidade”. Nós do ChurchPOP também já fomos e estamos sendo afetados por isso.

Por isso, se você quer ficar por dentro das notícias católicas, saiba como acompanhar o nosso trabalho e o que fazer para receber todo o nosso conteúdo.

Você já sofreu algum tipo de censura por causa da fé?

[Leia também: Rede social censura foto de padres de batina: “pode incomodar algumas pessoas”]
[Leia também: Na China, cristãos são obrigados a substituir imagem de Jesus por líderes comunistas em suas casas]
Victoria Arruda
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.