Religiosa corre maratona pelos pobres em plena pandemia… sem sair de casa!

por -
Créditos: Divulgação

Uma religiosa correu uma maratona de 42 quilômetros para arrecadar dinheiro para bairros mais pobres, que foram muito afetados pela pandemia. Porém o mais curioso é que ela fez isso… sem sair de casa!

A Irmã Stephanie Balinga está acostumada a correr e diariamente realiza exercícios físicos perto de onde mora. Todos os anos ela corre na Maratona de Chicago, mas neste ano o evento foi cancelado por causa da Covid-19.

Por isso, ela teve uma incrível ideia: correr em sua casa com o objetivo de arrecadar fundos para os bairros mais pobres da cidade, afetados diretamente pela pandemia.

Aqui está um vídeo (em inglês) sobre esta “diferente” maratona:

Clique aqui caso não consiga ver o vídeo

A Irmã comenta que começou a correr “quando tinha 9 anos e terminei sendo realmente boa, ganhei 19 campeonatos, e na escola fui eleita como candidata à Universidade de Illinois“.

“E depois me lesionei no segundo ano na pista, o que me levou à longa história sobre me tornar monja. Esta ferida me obrigou a reavaliar minha vida e olhar para o que realmente era importante“.

Foi então, explica a religiosa, que “me dei conta do quanto Deus estava me chamando para servir-Lo em Sua Igreja. Depois que vim aqui e comecei a correr a Maratona de Chicago todos os anos, isso se tornou uma fonte de arrecadação de fundos para a missão”.

O aumento das necessidades por causa da pandemia

“A missão serve em uma área humilde de West Humboldt Park e nós existimos para estar ao alcance material e espiritual da vizinhança. Agora, durante o coronavírus, o principal é essa enorme despensa de alimentos.”

“Temos serviços de oração (…) Nossa vizinhança está muito triste por causa da violência e a pobreza, então existimos para tentar levar Jesus à comunidade”.

“Para ser capazes de prover as necessidades materiais como faria Jesus, ou seja, ajudá-los. Aproximar Jesus deles de todas as formas possíveis.”

“Durante o coronavírus, nossa despensa de alimentos triplicou. De aproximadamente 225 famílias por semana [recebendo as doações], passou para 700. Servimos a todos que são acolhidos com cerca de 25-30 Kg de comida, para que seja suficiente por algumas semanas.

A ideia de correr a maratona em um sótão

“Teríamos 103 pessoas correndo a Maratona de Chicago para apoiar a Missão de Nossa Senhora dos Anjos, se não tivesse sido cancelada.”

“Então em abril estava responsável por animar a equipe e disse: ‘tenho certez de que esta corrida vai acontecer, mas se for cancelada vou correr uma maratona em uma esteira“, conta Ir. Stephanie.

“Cancelaram a Maratona. E tinha prometido correr uma maratona em uma esteira; sou um pouco teimosa, assim que não volto atrás”.

E foi isso que aconteceu. A Ir. Stephanie correu a maratona no dia 23 de agosto das 9h30 às 13h para arrecadar fundos para a missão e foi transmitida pelo Zoom (aplicativo de vídeochamada). E o melhor: foram arrecadados U$ 92 mil dólares!

“Utilizaremos o dinheiro para abastecer nossa despensa de alimentos numa rápida expansão, também para terminar nosso projeto de renovação do nosso centro”, contou.

Meu objetivo era apenas poder atravessar isso com Jesus. Só siga e não pare“.

Que incrível história em meio à esta pandemia!

[Leia também: Conheça campeã mundial de karatê que hoje é Freira]
[Leia também: De estrela do basquete à freira de clausura: Ela deixou tudo para seguir Jesus]