Sacerdote é assassinado após celebrar Vigília Pascal na Bolívia

por -
Créditos: Igreja de São Francisco/ Arquidiocese de Santa Cruz.

A Conferência Episcopal da Bolívia expressou sua dor e pedido de justiça pelo assassinato do padre Wilberth Daza Rodas, sacerdote da Ordem Franciscana Menor da cidade de Santa Cruz.

[Leia também: Padre é assassinado enquanto atendia confissões em igreja do Vietnã]

Sacerdote é assassinado após celebrar Vigília Pascal na Bolívia

O crime ocorreu no sábado, 16 de abril, aproximadamente às 23h, após a Vigília Pascal. O padre estava no convento de São Francisco de Santa Cruz quando ocorreu o roubo.

Membros da Ordem Franciscana Menor encontraram o corpo sem vida do padre Wilberth, que servia como tesoureiro da comunidade. Ele levou vários golpes no rosto e na cabeça.

Segundo o jornal Correo del Sur, a polícia está investigando um homem próximo à comunidade franciscana, que teria agido em conjunto com outros sujeitos.

A Conferência Episcopal expressou em um comunicado em 17 de abril: “Nossa Igreja está de luto e consternada pelos eventos ocorridos. Pedimos que uma investigação clara e precisa seja realizada o mais rápido possível e que chegue ao esclarecimento dos terríveis fatos”.

“Diante da cultura da violência que cresce na Bolívia”, dos assassinatos, roubos, insegurança, entre outros problemas, “exortamos todo o povo boliviano a se comprometer e trabalhar por uma cultura de paz onde todos possamos viver em fraternidade”, acrescentou.

A Conferência também expressou “proximidade, solidariedade e orações” à família Daza Rodas pelo assassinato do padre.

“Que a luz de Jesus Cristo Ressuscitado brilhe em nossos corações e em nosso mundo onde há tanta escuridão, sofrimento e morte. Deus com a ressurreição de seu Filho nos diz que o mal e a morte não têm a última palavra”, concluiu.

O velório do padre Daza foi realizado em 17 de abril na paróquia de Santo Antônio e a missa fúnebre foi celebrada pelo bispo Gualberti na segunda-feira, 18 de abril.

Descanso eterno, dai-lhe, Senhor!

[Leia também: Por causa de “carnaval”, padre pede ajuda à polícia para conseguir celebrar missa de Páscoa]
[Leia também: Sacerdote é assassinado dentro da própria paróquia no México]