Ainda não usa um escapulário? A explicação deste padre vai te convencer a fazê-lo!

por -
Créditos: Ascension Presents, YouTube / Wikimedia Commons

O padre Mark-Mary, CFR, e o padre Gregory Pine, OP, explicaram em um vídeo recente porque o escapulário é um “sinal que santifica as pessoas” que “causa graça na vida do fiel”.

Nossa Senhora apresentou o escapulário marrom a São Simão Stock em 1251.

[Leia também: 12 coisas sobre o escapulário de Nossa Senhora do Carmo que talvez você não saiba]

Ela prometeu: “Toma este escapulário, será um sinal de salvação, uma proteção contra o perigo e uma promessa de paz. Quem morre com este escapulário não sofrerá o fogo eterno“.

Nossa Senhora acrescentou: “Use-o com devoção e perseverança. É a minha vestimenta. Estar vestido com ele significa que você está continuamente pensando em mim, e eu, também, estou sempre pensando em você e te ajudando a alcançar a vida eterna”.

Pe. Gregory Pine também explica como o escapulário realmente funciona e o que os católicos devem fazer para aproveitar seus benefícios:

Clique aqui caso não consiga ver o vídeo

Aqui compartilhamos algumas ideias gerais que o sacerdote comenta no vídeo:

“O escapulário foi um sinal de devoção a Maria, de consagração a Maria. Originalmente, o escapulário significava que você estava sob o doce jugo de Cristo, então a palavra escapulário vem do latim “escápula”, que significa “ombro”.

Portanto, era algo levado nos ombros para significar que você estava consagrado, que havia sido entregue ao Senhor. Mas na Idade Média esteve mais associado à piedade mariana e depois surgiram promessas relacionadas especificamente com o escapulário.

É um sacramental, não um sacramento como o batismo, a confissão ou a Eucaristia; mas é um sacramental que estende a lógica dos sacramentos no mundo. Como os sacramentais fazem isso? Eles dão graça, não da mesma forma que os sacramentos a concedem. Depende da sua disposição, então se você é muito devoto e piedoso no uso do escapulário ou na recitação do Rosário etc, então você está mais disposto a receber a graça de Deus.

Não devemos permitir que isso nos distraia dos ensinamentos mais básicos ou fundamentais da Fé. É preciso sempre ressaltar que a Santíssima Trindade e a Encarnação são a base da rocha fundamental (…), mas a partir dos ensinamentos mais básicos, existem outros ensinamentos de fé extremamente importantes.

O escapulário recorda-nos a nossa devoção mariana, recorda-nos o lugar da Bem-Aventurada Virgem Maria e a sua dispensação na salvação, (…) e acende-nos no amor aos mistérios.

Não é mágica, não é um talismã, não é uma carta de saída automática do purgatório; mas faz parte da nossa vida de fé que está relacionada com os sacramentos, mas no final das contas nos leva à própria vida de Deus”.

O que achou da explicação?

[Leia também: 5 santos que usavam e recomendavam o escapulário de Nossa Senhora do Carmo]
[Leia também: Entenda o significado da Medalha Milagrosa e como aprofundar sua devoção]