Bento XVI: “Que maravilha ver florescer na Polônia o que está murchando na Alemanha!”

por -
Créditos: Vatican News

O trecho de uma carta do papa emérito Bento XVI a seminaristas poloneses virou notícia no jornal católico alemão Die Tagespost nesta semana. De acordo com o portal, Bento disse ser uma “maravilha ver florescer na Polônia o que está murchando na Alemanha”.

[Leia também: Bento XVI nega teorias conspiratórias sobre sua renúncia e diz: “Não há dois papas”]

As palavras Bento XVI são em resposta a uma carta enviada pelos estudantes de teologia do Seminário da Arquidiocese de Czestochowa, na Polônia, que o convidavam para uma visita em honra aos 70 anos da instituição.

Datada de 7 de maio, Bento XVI afirma que “a carta do seu seminário, assinada pelo reitor junto com os dois prefeitos e o reitor dos ex-alunos, trouxe grande alegria para minha casa”.

E diz: “Que maravilha ver na Polônia o que está murchando na Alemanha”. Bento XVI não entra em detalhes nem faz menção direta ao assunto, mas certamente se refere ao grande número de escândalos acontecendo recentemente na Alemanha, seu país de origem (envolvendo “bênçãos” para pares homossexuais e comunhão para não-católicos).

O papa emérito agradece ainda pelo “belo e amoroso desenho” dele e do irmão Mons. Georg Ratzinger, falecido em julho de 2020. Ele completa dizendo que “embora uma visita não seja mais possível devido à minha idade e à minha saúde, visito seu seminário de todo o coração”.

“Eu os saúdo e abençoo muito calorosamente”, termina Bento.

Rezemos pela Santa Igreja!

[Leia também: Bento XVI está “fisicamente muito fraco”, afirma seu secretário pessoal]
[Leia também: O significado do misterioso Terceiro Segredo de Fátima explicado por Bento XVI]