Como se reconciliar com Deus? Este é o guia de confissão que você precisa!

por -
Créditos: Tesoros de la fe.

Você teme contar seus pecados a Deus? Custa reconhecer nossas faltas, não é? Por isso, aqui te apresentamos um guia de confissão que pode te ajudar a dizer a Deus aquilo que você fez de errado e feriu o Seu coração.

[Leia também: Por que confessar meus pecados a um padre?]

Como se reconciliar com Deus? Este é o guia de confissão que você precisa!

Toda boa confissão nasce de um bom exame de consciência. A seguir você encontrará algumas perguntas que te guiarão nesta avaliação de suas ações e pensamentos.

Exame de consciência:

1º Amando a Deus acima de tudo

Neguei a fé? Duvidei da existência de Deus? Escarneci da religião? Deixei de rezar por muito tempo? Declarei que o matrimônio, o sacerdócio, a confissão, a missa estão utrapassados?

2º Não tomando o seu Santo Nome em vão

Cantei músicas blasfemas? Zombei da Igreja, das cerimônias religiosas ou de seus representantes? Falei mal do Santo Padre, o Papa? Acusei a Igreja de ser falsa, ou desonesta? Acusei Deus de injusto? Roguei pragas? Contei piadas em que Deus aparece como personagem, rindo dEle? Jurei em falso, ou à toa?

3º Guardando os dias santos

Passei o Domingo na frente da televisão? Faltei na missa nesse mesmo dia? Fiz piada com a santa missa? Disse que “já assisti missas que chega”? Fui na missa para “cumprir a obrigação”? Dediquei uma parte do meu tempo a Deus, lendo a Bíblia e rezando?

4º Honrando pai e mãe

Fui desobediente aos pais, autoridades ou superiores? Desejei-lhes algum mal, talvez a morte? Obedeci-lhes em coisas contrárias à lei de Deus? Negligenciei como pai e mãe ou irmão mais velho, os deveres de educação e instrução religiosa?

5º Não matando

Tive ódio? Recusei o perdão a quem me pediu? Desejei a morte para mim ou para outros? Ensinei a praticar pecados? Seduzi alguém ao pecado? Defendi o assassínio de bebês através do aborto? Desejei a guerra, ou me entusiasmei por ela? Falei que “a terra tá cheia demais, e precisa mesmo morrer gente”?

6º Guardando a castidade; 9º Não cobiçando a mulher (ou marido) do próximo

Tenho visto revistas e filmes pornográficos? Faço ou aprovo o sexo sem o matrimônio ou fora do matrimônio? Defendi ou propaguei a sua leitura? Acaso me divirto observando na rua o corpo das pessoas, e fazendo gracejos com elas, ou em conversas indecentes sobre as pessoas que passam? Tenho me vestido de maneira sensual? Provoquei os outros com meu comportamento? Fiz intriga para acabar namoros ou casamentos que eu não aprovava, ou cobiçava? Aprovo a prostituição? Sou promíscuo? Zombei da virgindade de alguém? Me envergonhei da minha virgindade, rejeitando-a?

7º Não roubando; 10º Não cobiçando as coisas alheias

Prejudiquei alguém ou tive desejo de prejudicar, enganando no troco, nos pesos e nas medidas, ou roubando? Fiz dívidas desnecessárias à subsistência? Paguei as minhas dívidas? Comprei bebidas ou cigarros a fiado, sem ter como pagar? Gastei meu salário com outras coisas, faltando em casa para a comida? Recusei a dar esmolas, nem que seja de comida? Roubei de Deus o dinheiro que devia dar a Ele para o sustento da Igreja? Deixei de devolver algo que não me pertence? Paguei com justiça os meus empregados?

8º Não mentindo

Falei mal dos outros pelas costas? Fui fiel à verdade ao comentar acontecimentos passados? Exagerei ou inventei qualidades para ganhar um emprego ou subir no emprego? Prejudiquei alguém com minhas palavras? Fiz alguém perder o emprego? Fiz juízo errado das pessoas? Duvidei da honestidade de alguém? Acusei algum mendigo ou pedinte de desonestidade? Revelei faltas ocultas dos outros? Ridicularizei ou humilhei alguém na frente dos outros? Fui fingido? Digo aos outros que sou católico mas não frequento a Igreja? Caluniei os sacerdotes e religiosas?

Após realizar o exame de consciência, você pode se dirigir ao sacramento da Reconciliação.

A seguir, um pequeno guia de como viver este momento:

Como ir para a confissão?

1) Você tem a opção de se confessar anonimamente, ou seja, atrás de uma tela ou cara a cara, se desejar.

2) Depois que o sacerdote o saudar em nome de Cristo, faça o sinal da cruz. Em seguida, você pode dizer: “Abençoai-me, Pai, porque pequei. Faz (diga quanto tempo) desde minha última confissão. Quero pedir perdão por…”

3) Diga ao sacerdote seus pecados de maneira simples e honesta. Você pode até discutir as circunstâncias e as raízes dos pecados (mas sem se estender muito) e pedir conselho ou orientação ao sacerdote.

4) Escute o que o sacerdote lhe disser e aceite a penitência. Em seguida, faça um ato de contrição por seus pecados.

5) O sacerdote concluirá com a fórmula de absolvição: “Deus, Pai de misericórdia, que, pela morte e ressurreição de seu Filho, reconciliou o mundo consigo e enviou o Espírito Santo para remissão dos pecados, te conceda, pelo ministério da Igreja, o perdão e a paz. E eu te absolvo dos teus pecados, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo”.

6) Passe algum tempo com Nosso Senhor agradecendo e louvando-O pelo dom de Sua misericórdia. Tente completar sua penitência o mais rápido possível.

Oração para antes da confissão:

Ó Deus misericordioso, prostrado aos Teus pés, imploro o Teu perdão. Desejo sinceramente deixar todos os meus maus caminhos e confessar meus pecados com toda a sinceridade a Ti e ao Teu sacerdote. Sou um pecador, tende piedade de mim, Senhor. Dai-me uma fé viva e uma firma esperança na Paixão do meu Redentor. Dai-me, pela Tua misericórdia, a dor por ter ofendido um Deus tão bom como Tu. Maria, minha mãe, refúgio dos pecadores, roga por mim para que eu possa fazer uma boa confissão. Amém.

Ato de contrição:

Meu Deus, eu me arrependo, de todo coração de todos meus pecados e os detesto, porque pecando não só mereci as penas que justamente estabelecestes, mas principalmente porque Vos ofendi a Vós, sumo bem e digno de ser amado sobre todas as coisas. Por isso, proponho firmemente, com a ajuda da vossa graça, não mais pecar e fugir das ocasiões próximas de pecar. Amém.

Esperamos que este pequeno guia possa te ser útil!

[Leia também: 4 dicas de como fazer uma boa confissão]
[Leia também: Quando devo me confessar? Padre Fortea responde]