Feriado ou dia santo: o que os católicos devem fazer no dia de Finados?

por -
Créditos: dinax/Divulgação

O Dia de Finados é um dia santo ou apenas um feriado? O que devemos fazer neste dia?

Vivemos em um mundo já secularizado em que muitas pessoas não têm mais a religião como referencial para guiar suas vidas, por isso, muitos acham que o dia de Finados é apenas um dia de descanso.

Mas é muito mais do que isso! Por isso, o padre Gabriel Vila Verde compartilhou uma incrível explicação sobre como nós, católicos, devemos viver este dia, com toda a dignidade necessária.

Confira o que ele falou:

“O que fazer no dia de Finados? Aquilo que a Igreja sempre fez: celebrar a Missa pelos fiéis defuntos, rezar pelas almas benditas do Purgatório, oferecer sacrifícios, visitar os cemitérios, guardar silêncio.

Não caia na onda do feriadão! Fazer farra no dia de Finados é PAGANISMO. Não respeitar a memória dos falecidos é desumano. Na casa do católico, até o rádio deveria ficar em silêncio. Se a gente soubesse o quanto sofre uma alma, não deixaríamos de rezar por elas.

Quando as videntes de Kibeho foram levadas por Nossa Senhora ao Purgatório, elas pensaram que estavam vendo o inferno, mas quando viram o inferno, disseram que o Purgatório era o Céu. Na visão de Santa Faustina, Jesus disse a ela que a sua misericórdia não desejava a existência do Purgatório, mas era a sua justiça que exigia.

Por isso, se você é cristão, reze pelas almas. É o que a Igreja Católica sempre ensinou e fez!”

Rezemos pelas almas do purgatório!

[Leia também: Como obter indulgência plenária para os fiéis defuntos em tempos de pandemia]
[Leia também: É possível retirar uma alma do inferno com nossas orações?]