[Fotos] Começa a restauração de imagens em igreja destruída no Chile

por -
Créditos: Arcebispado de Santiago/Divulgação

Passados alguns dias do terrível ataque às igrejas no Chile, uma das cenas que vimos foi a imagem da Virgem da Assunção sendo vandalizada e destruída. No entanto, já começaram os esforços para restaurá-la, assim como a de outras peças religiosas.

[Leia também: Intolerância religiosa no Chile: incendeiam igrejas e vandalizam imagens da Virgem Maria]

Foi o que informou a Arquidiocese de Santiago, que com a ajuda do Movimento Schoenstatt e a comunidade paroquial, iniciou a restauração da imagem da Virgem Maria.

“É importante este trabalho de restauração, porque estamos diante de um patrimônio que é de todos os chilenos. A Virgem está no centro da nossa atividade e nos parece muito relevante colocá-la nesta posição“, afirmou o Movimento Schoenstatt.

E acrescentou: “É preciso escutar a Deus. O que aconteceu aqui é para que possamos ouvir a Deus e este trabalho de reparação é um apostolado”.

O sacerdote da Igreja da Assunção do Chile, Pe. Pedro Narbona ressaltou que o trabalho conjunto pela restauração da imagem da Virgem da Assunção e a paróquia é um sinal de fraternidade e recorda a encíclica Fratelli Tutti.

“É seguir caminhando com esperança, porque devemos como Igreja ser homens e mulheres de fé, sabendo que Deus permite que as coisas passem por algo para abrir nossos corações para nos sentarmos numa mesa comum”, disse o padre.

Já Patricia Silva, arquiteta e diretora de Arquitetura e Construção do Arcebispado de Santiago do Chile, acredita que este impulso inicial tem um caráter simbólico.

“Há muita gente por trás, há sentimentos. Resgatar o que resta no templo também é prevenir. Quisemos resgatar mais, mas não foi possível. Devemos seguir protegendo e apoiar com a oração“.

De acordo com o Movimento Schoenstatt e a empresa Conservar, os trabalhos de restauração da Virgem da Assunção poderão durar cerca de três meses.

Além da recuperação desta imagem, as equipes de conservação e restauração terão a missão de resgatar o mínimo de sagrado que restou no interior da paróquia.

Aqui é possível ver algumas fotos do início dos trabalhos de resgate:

Ainda que queiram destruir a Igreja, ela seguirá de pé!

[Leia também: Pároco de igreja destruída no Chile fala sobre terrível ataque: “A morte e a dor não têm a última palavra”]
[Leia também: Imagem de Nossa Senhora das Dores permanece intacta após incêndio em igreja na Califórnia]