“Igreja precisa desprender-se do mundo”, diz Bento XVI

por -
Créditos: ThePapalVisit.org

O papa emérito Bento XVI recentemente deu uma entrevista à revista alemã Herder Korrespondenz em comemoração aos 70 anos de sua ordenação presbiteral. Ele ressaltou a importância da Igreja afastar-se do mundanismo e buscar mais a conversão.

“Igreja precisa desprender-se do mundo”, diz Bento XVI

“Para cumprir sua missão”, diz o papa, a Igreja precisa “desprender-se do mundo”. E explica: “enquanto nos textos oficiais da Igreja as funções falarem mais alto que o coração e o espírito, o mundo continuará a se distanciar-se da fé”.

Bento XVI lamentou que algumas instituições católicas (escolas, hospitais, Caritas etc) tenham um papel importante na sociedade, mas ainda sim, “não partilham a missão interior da Igreja” e pior, “em muitos casos, obscurecem o seu testemunho”.

“Espera-se um testemunho de fé verdadeiro e pessoal dos operadores da Igreja”, disse o papa emérito.

O que você achou da declaração?

[Leia também: Bento XVI: “Que maravilha ver florescer na Polônia o que está murchando na Alemanha!”]
[Leia também: Bento XVI nega teorias conspiratórias sobre sua renúncia e diz: “Não há dois papas”]
Victoria Arruda
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.