Padre desaparece e é encontrado morto horas depois

por -
Créditos: Paróquia São Simão/Divulgação

Meu Deus, que tristeza!

O padre Adriano da Silva Barros, da Paróquia de São Simão em Simonésia, Minas Gerais, saiu da cidade na terça-feira (13) para ir visitar a mãe doente em Martins Soares. Ele voltaria mais tarde, para celebrar a missa na paróquia, mas, infelizmente, o pior aconteceu.

No dia seguinte, o corpo dele foi encontrado carbonizado e com marcas de facadas. A polícia acredita que ele possa ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), pois seu carro foi identificado no Rio de Janeiro.

A Diocese de Caratinga e a Paróquia São Simão divulgaram uma nota de pesar, comunicando a morte do sacerdote: “Viveu com Cristo, morreu com Cristo e ressuscitará com Cristo”, começa ela.

“Amanhã dia 15/10 teremos uma missa de corpo presente as 9h na Matriz de São Simão em Simonésia, restrita aos familiares e ao clero diocesano. A celebração eucarística será transmitida através do canal no Youtube da Paróquia. Após a celebração haverá um momento para visitação dos fiéis”, informou.

A polícia ainda investiga os autores do crime, e dois suspeitos já foram apreendidos.

Que crueldade!

Descanso eterno, dai-lhe, Senhor!

[Leia também: Padre que mandou pintar cruz da própria igreja pede afastamento por estar sofrendo ameaças]
[Leia também: Após ser absolvido de acusações de abuso sexual, Cardeal Pell é recebido pelo Papa Francisco]