“Para a glória de Deus”: Arcebispo de Belém comunica fim do processo contra ele

por -
Créditos: Salim Wariss/Arquidiocese de Belém

Nesta quarta-feira (30), o Arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, divulgou um comunicado anunciando “com imensa alegria e gratidão no coração” o encerramento do processo movido contra ele. Ele louvou a Deus pelo fim da prova vivida e pediu aos fiéis para rezarem “pelas pessoas que utilizaram de tamanha maldade contra nossa Igreja.”

O processo contra Dom Alberto corria em sigilo, mas uma reportagem exibida pelo programa Fantástico, da TV Globo, apontava que ele estava sendo acusado de assédio e abuso sexual por quatro ex-seminaristas da Arquidiocese de Belém.

[Leia também: “Prevalecerá a verdade”: Arquidiocese de Belém divulga nota sobre acusações a Dom Taveira]

“Para a glória de Deus”: Arcebispo de Belém comunica fim do processo contra ele

O prelado iniciou a nota com a citação de 1Pd 5, 6-7: “Humilhai-vos, pois, debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele vos exalte no tempo oportuno. Confiai-lhe todas as vossas preocupações, porque ele tem cuidado de vós.”

“Por graça da misericórdia de Deus fui constituído Arcebispo de Belém, Igreja que me acolheu de coração e braços abertos, desde a minha posse. Durante estes anos, muitas alegrias e esperanças, assim como muitas experiências da Cruz e da dor, vividas com serenidade, debaixo do manto protetor da Virgem Maria”, começa Dom Alberto.

“Vim para servir por obediência, tenho me esforçado para ser desapegado e esvaziado de mim mesmo, para que, em plena fidelidade a Cristo, esta Igreja que vive em Belém, pastores e fiéis, continue a ser obediente ao mandato missionário de Cristo, “para a vida do mundo” (Cf. Jo 6,51), e o amor, fruto da verdade crucificada, faça ressuscitar todos nós da morte do nosso pecado, de nossas misérias pessoais e sociais, de nossas injustiças e maldades.”

Ele então comunica: “Hoje tenho o dever de dirigir-me a todos com imensa alegria e gratidão no coração, após o encerramento do doloroso processo suscitado por acusações feitas contra a minha pessoa. Há pouco mais de um ano tive a alegria de receber a decisão de arquivamento de todos os procedimentos levados a efeito junto às autoridades públicas competentes, após uma longa e dolorosa investigação, na qual foram ouvidas muitas pessoas, com a comprovação da falta de provas contra mim.”

E explica ainda: “Entretanto, foi iniciado um processo canônico na Santa Sé, em decorrência das acusações a ela enviadas, o que motivou o adiamento dos esclarecimentos que agora faço. No dia 28 de outubro de 2022, foi assinada a sentença definitiva por parte do Colégio Judicante constituído no Brasil pela Sé Apostólica. Para honra e glória de Deus, os juízes chegaram à conclusão de não haver qualquer indício de culpabilidade nos meus atos. No último dia 26 de novembro, recebi o documento, confirmando a sentença assinada aqui no Brasil e declarando encerrado definitivamente o referido processo movido contra mim, dando-me a liberdade de dirigir minhas palavras de gratidão a todos.”

Estes últimos dois anos foram de muito sofrimento, profunda oração e perseverante confiança na Providência Divina e na justiça de Deus, como foi demonstrado na análise, conclusão e declaração da minha inocência ante as calúnias levantadas contra a minha honra. Está assim concluído definitivamente o processo na esfera canônica, perante o Tribunal da Igreja.”

“Quero agradecer-lhes, porque durante este período muitos estiveram rezando e acreditando fielmente na verdade inspirada por Deus. Foram milhares de mensagens que recebi de tantos lugares do Brasil e do mundo de carinho e muitas orações. Rezem comigo em Ação de Graças por este momento que Deus preparou de forma especial para nós.”

Também quero pedir-lhes que rezem pelas pessoas que utilizaram de tamanha maldade contra nossa Igreja. Deus lhes conceda o perdão e a paz, e a todos nós, a maturidade espiritual para sermos capazes de sempre preservar a Caridade e a Comunhão Fraterna. Que Nossa Senhora de Nazaré nos fortaleça cada vez mais na missão.”

Rezemos pela Igreja!

[Leia também: Prefeito de Belém diz que “Círio de Nazaré não é mais da Igreja Católica” e arcebispo rebate]
[Leia também: Papa Francisco descarta ordenação de mulheres em entrevista recente]
Victoria Arruda é jornalista, ama filmes, livros, música, teologia, política e... pizza. Escreve sobre coisas aleatórias, pra combinar com suas preferências pessoais.