Quando Padre Pio revelou a uma mulher que ela poderia ter dado a luz a um futuro cardeal

por -
Créditos: The Catholic Getleman.

São Padre Pio ficou famoso por ser um confessor extraordinário graças ao dom que Deus lhe deu para o discernimento.

São inúmeras as histórias sobre os dias exaustivos que o santo passou no confessionário oferecendo o sacramento da Reconciliação.

Em uma ocasião, Padre Pio revelou a uma mulher que a criança que ela havia abortado poderia ter sido um cardeal da Igreja!

[Leia também: Ela se recusou a fazer um aborto e seus dois filhos gêmeos viraram padres!]

Quando Padre Pio revelou a uma mulher que ela poderia ter dado a luz a um futuro cardeal

Era meados da década de 1940, e São Pio de Pietrelcina estava atendendo confissões quando uma mulher se aproximou dele, ajoelhou-se e começou a reconhecer seus pecados.

Depois de um tempo, Padre Pio lhe disse “tente se lembrar do outro pecado”.

“Padre, acho que lhe disse todos os pecados que sei e acho que é isso”, respondeu a mulher. O frade não ficou satisfeito com a resposta e impôs à mulher um exercício penitencial antes de conceder sua absolvição: “Vá à cruz e reze 15 Ave-Marias e 15 Pais Nossos”. A cruz estava no topo da montanha, era alcançada subindo uma estrada muito ruim e era considerada por todos uma expedição perigosa.

Ao retornar, a mulher achou que ela havia atendido ao pedido e Padre Pio perguntou novamente: “Você se lembra de todos os seus pecados?”

“Padre Pio, confessei tudo”, respondeu a mulher.

“Você tem que ir até a cruz no topo da montanha novamente”, disse-lhe o frade.

Depois de fazer isso uma vez e mais uma, a mulher disse novamente ao padre que não se lembrava de nenhum outro pecado. Então Padre Pio lhe perguntou: “Como assim você não se lembra de nada? Você não sabe que ele poderia ter sido um bom padre, um bispo, até mesmo um cardeal?”

A mulher mergulhou em profunda reflexão e, lembrando-se do aborto, as lágrimas brotaram de seus olhos e ela se defendeu: “Padre, eu nunca soube que aborto era pecado”. O frade entou retucou: “O que você quer dizer com não sabia que isso era pecado? Isso é matar”, enfatizou.

“Ninguém sabe disso, só eu e minha mãe, como você pode dizer que pode ter sido um padre ou um cardeal?”, disse a mulher. Ao ouvir isso, Padre Pio lhe disse: “É um pecado, um pecado muito grande”, e terminou a confissão.

O que você achou dessa historia?

[Leia também: Médicos mandaram mãe de São João Paulo II abortá-lo]
[Leia também: O médico “campeão de abortos”que se converteu após ser visitado por São Tomás de Aquino em sonho]